Isso acontece em todos os laboratórios – você entregar um trabalho e o cliente atrasa ou não paga. Seja qual for à razão, pagamentos em atraso interrompe o fluxo de caixa do seu negócio.

Para laboratórios menores, renda regular é especialmente importante devido à quantidade limitada de fluxo de caixa para pagar despesas gerais e materiais.

Aqui estão algumas regras simples para se certificar de que você irá receber pelos seus trabalhos:

#1 Implementar software de rastreamento

Comece a usar o software para monitorar todas as receitas e despesas. Cadastre todas as informações de conta no sistema.

Dessa forma, sua equipe pode entrar em contato com dentistas para lembrá-los que uma fatura se encontra em aberto. Alguns programas de software laboratório dentários possuem faturamentos automáticos.

#2 Criar políticas de faturamento e cobrança (e cumpri-los!)

Políticas de faturamento e cobrança são essenciais para ajudar você e seus funcionários determinar quando agir. Estabelecimento de prazos firmes e aderindo a eles garante todos os seus clientes recebem o mesmo tratamento.

Certifique de antes de iniciar a prestação de serviço o seu cliente tenha contato sua política de cobrança. Se você tiver algum problema com recebimento a partir de um cliente, ao invés de negociar sem nenhum critério você deve encaminhar esse cliente para o seu documento de política.

Além disso, a cobrança de juros de mora normalmente impede a ação de inadimplência.

#3  Obter uma verificação de crédito

Quando um dentista lhe enviar seu primeiro caso, você poderia poupar-lhe milhares de reais e uma tonelada de tempo, executando uma verificação de crédito junto ao SPC e SERAZA.

#4  Faturamento e cobrança

Enviar o faturamento diretamente a seus dentistas é uma das maneiras mais eficazes para garantir o pagamento.

Mais uma vez, o software pode ajudar. Um relatório de contas a receber, pode informa-lo quem te deve dinheiro.

Desenvolva modelos de cartas de cobrança e mantenha os extratos mensais de cada cliente em dia com transparência.

E principalmente realize suas cobranças sistematicamente em dia. Lembre-se quem cobra primeiro, recebe primeiro.

#5  Flexibilize o máximo se possível

Dentistas também podem estar lutando com problemas de fluxo de caixa do seu próprio negócio.

Veja como você pode trabalhar com eles para obter os seus problemas de pagamento resolvidos e ainda continuar a tê-los como clientes satisfeitos.

Gerenciando o fluxo de caixa é uma das habilidades mais importantes na gestão de um laboratório de prótese. Lembre-se, o pagamento não é pessoal.

Uma abordagem orientada por políticas e pragmática irá manter o dinheiro entrando.

Gostou deste artigo? Como tem acontecido o fluxo de caixa por aí? Tem dado tudo certo ou nem sempre?

Deixe um comentário aqui em baixo contando para gente um pouco mais sobre fluxo de caixa!

 


Geraldo Alves
Geraldo Alves

Técnico em Prótese Dentária, Escultor, Empreendedor e Fundador do Instituto Cerâmica. Após criar saídas e soluções para os problemas entre o consultório e o laboratório, resolvi extrapolar as paredes do meu laboratório e ajudar a transformar a realidade de outros protéticos e laboratórios em todo o país.