Receba Gratuitamente Nosso Conteúdo Em Áudio No Seu WhatsApp

E fique melhor informado sobre o desenvolvimento do seu laboratório

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo!


Antes de clicar no botão “enviar” no seu próximo e-mail marketing, você sabe se está de acordo com as regras de anti-spam? Você personaliza o e-mail para o seu público-alvo? Você comprou essa lista de contatos para quem está mandando a mensagem? Caso você não saiba as respostas para as questões acima, então não aperte o botão “enviar”.

Criar uma estratégia eficiente de e-mail marketing vai além de apenas enviar e-mails para clientes recorrentes e em potencial. Então o que um protético deve saber?

Tudo começa com os fundamentos básicos. Ainda que o marketing por e-mail seja uma das formas mais baratas, ágeis e fáceis de contatar os pacientes, é importante que você observe as regras e práticas a seguir. Assim, o seu laboratório de prótese terá os melhores retornos possíveis com a tática de e-mail marketing. Confira então a lista abaixo para descobrir cinco regras do e-mail marketing que todo o profissional da área de odontologia deveria pôr em prática.

#1 Obedeça às políticas anti-spam

A maior parte dos serviços que hospedam endereços de e-mail conta com regras para os e-mails comerciais, ainda que o Brasil não tenha votado ainda uma legislação específica. Em resumo, para a sua mensagem não ser classificada com SPAM (lixo eletrônico), você deve fazer o seguinte:

• Não use informações falsas ou enganosas nos cabeçalhos;
• Não utilize títulos enganosos;
• Identifique a mensagem como publicidade;
• Deixe o recipiente saber onde você está localizado;
• Permita que os seus contatos possam optar por não receberem e-mails seus no futuro, e honre imediatamente os pedidos de cancelamento.

#2 Não compre lista de e-mails

Ainda que não exista uma lei que impeça você de adquirir lista de contatos, o mundo do marketing não vê isso com bons olhos. Você ainda pode se complicar com a política anti-spam do servidor, o que impedirá as mensagens de chegarem aos destinatários.

Incremente a sua lista de e-mails de maneira orgânica. Contrate um serviço para administrar o seu mailing. Esse processo custa dinheiro, mas é uma excelente forma de se alcançar pessoas que estejam fora da base de dados do laboratório de prótese.

#3 Faça teste A/B em seus e-mails

A partir de testes A/B, você pode mandar e-mails levemente diferentes para a sua audiência. Isso vai ajudá-lo a identificar qual dos e-mails gerou um maior engajamento dos recipientes e então use a opção mais efetiva para mandar para os demais contatos em sua lista.

Aqui estão alguns elementos que você pode testar:

• Títulos
• Call to Action (Chamada para Ação)
• Imagens
• Layout do e-mail

#4 Adapte-se aos dispositivos móveis

A otimização das versões para dispositivos móveis não é apenas para o seu website. De acordo com o HubSpot, 80,8% dos usuários reportam ler os seus e-mails nos celulares ou em outras tecnologias móveis. Se você está utilizando um serviço para enviar e-mails, os modelos disponíveis já estão otimizados para dispositivos móveis. Em adição, a maioria desses serviços oferece uma visualização prévia, o que permite a você ver como o seu e-mail aparecerá tanto em um desktop quanto em um dispositivo móvel.

#5 Personalize

Não tenha medo de uma abordagem mais pessoal. Segundo o Aberdeen Group, mensagens personalizadas aumentam os índices de cliques em uma média de 14% e de conversas em 10%.

Você pode personalizar as suas mensagens de e-mail colocando o nome dos recipientes ou da companhia na linha de assunto, ou ainda adequando o conteúdo do e-mail para o público-alvo do seu laboratório de prótese.


Geraldo Alves
Geraldo Alves

Técnico em Prótese Dentária, Escultor, Empreendedor e Fundador do Instituto Cerâmica. Após criar saídas e soluções para os problemas entre o consultório e o laboratório, resolvi extrapolar as paredes do meu laboratório e ajudar a transformar a realidade de outros protéticos e laboratórios em todo o país.