Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo!


Mesmo com tantos aplicativos de comunicação disponíveis hoje em dia, nenhum conseguiu vencer o e-mail, um dos primeiros serviços de mensagem da internet! Ele continua sendo uma maneira eficiente, barata e possível de preservar as relações do laboratório de prótese  com clientes, fornecedores , permitindo uma comunicação legítima e resolvendo questões do laboratório com rapidez.

Entretanto, vários odontologistas também criam resistências e dificuldades no uso do e-mail de maneira profissional. Se você está na multidão, saiba por que você precisa utilizar essa ferramenta para favorecer o seu relacionamento com fornecedores e clientes!

Os números não mentem

De acordo com especialistas em marketing digital, há mais de 3.2 bilhões de contas de e-mail no mundo:

  • 91% dos indivíduos que o possui checam no mínimo uma vez por dia;
  • 77% dos consumidores preferem e-mail para comunicação de marketing;
  • e o retorno sobre o investimento é de 4300%.

Estes dados mostram que o e-mail é uma maneira competente de se comunicar e, além do mais, é uma ferramenta que, mesmo sendo usada de forma gratuita, pode resultar excelentes retornos.

Fazer e-mails é possível

Bastam alguns cuidados no início e a produção de um e-mail tomará cada vez pouco do seu tempo:

  • Crie uma conta para utilização profissional, com o nome pelo qual pretende ser respeitado — incluindo a palavra “técnico” ou a sua especialidade;
  • o assunto deve antecipar o conteúdo da mensagem e criar interesse;
  • evite falhas de ortografia com o uso do corretor em um editor;
  • escolha mensagens curtas — nada que ultrapasse dois parágrafos;
  • e deixe salvos modelos de e-mails para mandar com rapidez, como mensagens explicando ao cliente como adequar preparos para confecção de um trabalho, entre outras.

Cirando este habito você pode, em poucos minutos, mandar para um grande público orientações e esclarecimentos que facilitarão o seu trabalho diário.

Sua mensagem pode se propagar na web

Além de mandar e-mails de rotina, lembrando o seu cliente de como estão às etapas do trabalho, por exemplo, ou confirma a entrega na data agendada, também é possível— usar a ferramenta para divulgar o seu trabalho.

Para isso, fuja de conteúdos explicitamente publicitários. A estratégia aqui deve ser a de compartilhar informações como artigos escritos por você, dicas de congressos e etc.

Você escreve uma vez e envia para vários destinatários (sempre usando o recurso de cópia oculta ou BCC). Os indivíduos compartilham conteúdos de que gostam e você pode até adicionar botões para link direto para as redes sociais, incentivando a ação. Assim, será possível disseminar a informação sem nenhum trabalho extra, melhorando sua comunicação como técnica e nutrindo sua relação com os clientes.

Atingir apenas quem tem interesse

Outro proveito do e-mail pouco conhecida entre os técnicos em prótese é a eventualidade de segmentar a sua base de clientes para enviar as mensagens somente para aqueles clientes que poderiam de fato se atentar-se por seu conteúdo.

Ferramentas como o MailChimp ou o E-goi (em português) são capazes de te auxiliar nessa missão.

Como pode ver, um e-mail bem empregado pode resultar retorno financeiro poupando o seu tempo, que vai ser utilizado no relaxamento, na interação com a família ou, quem sabe, em um curso de especialização na sua área, o que pode fazer também mais ganhos.

E você, como anda a sua relação com seus fornecedores e clientes? Você já usa o e-mail profissionalmente? Compartilhe suas duvidas e experiências nos comentários!


Geraldo Alves
Geraldo Alves

Técnico em Prótese Dentária, Escultor, Empreendedor e Fundador do Instituto Cerâmica. Após criar saídas e soluções para os problemas entre o consultório e o laboratório, resolvi extrapolar as paredes do meu laboratório e ajudar a transformar a realidade de outros protéticos e laboratórios em todo o país.