Na prática os laboratórios de prótese e dentistas tem que ter um bom relacionamento a fim de manter seus pacientes satisfeitos.  Afinal, todos os esforços de ambos visam à realização e satisfação plena dos pacientes.

Então, como pode laboratórios de prótese trabalhar com dentistas para manter os pacientes odontológicos cada vez mais felizes? Faça uma comunicação fácil, honesta e agradável.

#1 Ouça o dentista com atenção

Os laboratórios de prótese não só deve abrir várias linhas de comunicação – telefone, whatsApp, e-mail, website, mídia social, mas deve ouvir o que está sendo dito e com muita atenção.

Enquanto isso parece óbvio, quantas vezes você já teve trabalhos devolvidos, porque os materiais dentários não correspondiam às especificações do dentista?

Ouça o que o dentista precisa, e planeje e documente o que você ou seus técnicos de prótese dentária deve fazer, a fim de atender a essas necessidades.

#2 Seja honesto sempre

Semelhante à dica acima, os laboratórios de prótese dentária devem ser honestos com seus dentistas sobre quais os trabalhos fazem e dentro de qual prazo podem entregar.

Se não tem condição de cumprir com um prazo, diga que não dá.

Um simples “não, pode te livrar da dor de cabeça” ou “vai ter que escutar o dentista reclamar ou até mesmo perde-lo como cliente para sempre”.

Lembre-se, o mais importante na relação é oferecer a condição necessária para que seus dentistas possam cumprir sua promessa com seus pacientes odontológicos.

#3 Acompanhe cada trabalho até o fim

O relacionamento não termina assim que o trabalho foi enviado.

Os laboratórios de prótese dentária deve treinar sua equipe a acompanhar cada trabalho com cada dentista para verificar que não só o caso dental foi recebido no tempo, mas que cumpria as necessidades de ambos, o dentista e o paciente.

Ligue para seus dentistas e pergunte: “O caso da paciente “X” teve algum ajuste?”, “Ela ficou feliz?”

Trate sua relação de trabalho como uma relação pessoal e você vai ver o sucesso em seu laboratório de prótese.

Abrir linhas de comunicação, ouvir o que está sendo dito, ser honesto sobre suas habilidades, e acompanhamento a fim de nutrir seu relacionamento com dentistas existentes.

Afinal de contas, a odontologia é um trabalho profundamente pessoal – assim sua equipe deve agir como com cada cliente seu!

E você, oferece esse tipo de atendimento aos seus clientes? Conte pra gente nos comentários!


Geraldo Alves
Geraldo Alves

Técnico em Prótese Dentária, Escultor, Empreendedor e Fundador do Instituto Cerâmica. Após criar saídas e soluções para os problemas entre o consultório e o laboratório, resolvi extrapolar as paredes do meu laboratório e ajudar a transformar a realidade de outros protéticos e laboratórios em todo o país.